Acabamentos – quais eu devo saber?

432
Acabamentos – quais eu devo saber?

Olá costureiras e costureiros do meu coração!

Hoje vamos falar sobre acabamentos! Sabe? Aqueles que são cereja no bolo de qualquer peça de roupa.

Eu sei que existem alguns designs de vanguarda que não utilizam nenhum e deixam as barras abertas e qualquer ideia maluca e às vezes genial que surge por aí, afinal, costura criativa é uma realidade!

Mas dessa vez, vamos seguir o manual da costura mais tradicional e descobrir quais são os acabamentos essenciais para dar o toque final perfeito para as suas peças!

Então vamos ao que interessa, quais os acabamentos essenciais:

Picotar

Utilize uma tesoura ziguezague e corte a beirada do tecido. Com tecido leve e rígido você pode cortar as duas beiradas juntas. Por fim, não esqueça de abrir a costura com o ferro de passar!

Esse acabamento é ótimo para tecidos com alto risco de desfiar, além de dar o efeito de picote nas extremidades, e tudo que você precisa é a tesoura.

Costurar e picotar

Essa é uma versão do acabamento acima, com a diferença de que você irá adicionar uma fileira de pontos cerca de 6mm acima da margem da borda de costura. Depois, basta aparar com a tesoura ziguezague.

Para diminuir as chances de desfiar, essa versão pode ser um tanto interessante para iniciantes.

Costura Francesa

Quem não tem cão, caça com gato. A costura francesa além de ser um acabamento muito popular, por vezes acaba substituindo o ponto overloque e se tornando uma alternativa excelente para quem não possui uma máquina específica em mãos.

O processo, porém, requer mais tempo e mais tecido, pois serão feitas duas costuras ao invés de uma.

Ela é feita juntando dois tecidos do lado avesso e costurando de ponta a ponta com o ponto reto, deixando uma margem de 5mm de segurança na borda. Em seguida, vira-se o tecido e é feito mais uma costura de ponta a ponta para finalizar.

Costura Inglesa (Rebatida)

Muito utilizada nas camisas sociais, e assim como a costura francesa, é utilizada para unir dois tecidos.

No entanto, ela possui algumas diferenças em relação à costura francesa.

A primeira é que ela é utilizada para tecidos mais grossos.

A outra grande diferença é que ela é uma costura despontada e ficará aparente após a finalização.

Para executar a costura inglesa, coloque dois tecidos, um com a margem de costura maior do que o outro, deixando 2cm em um e 0,5cm no outro.

Em seguida dobre a maior por cima da menor, virando uma pequena barra para fazer o acabamento, então, pesponte a borda da dobra para prender a margem de costura à roupa.

Ziguezague

Este acabamento é muito comum em malhas e bem fácil de fazer.

Você terá que regular o ponto da sua máquina em cerca de 1,5mm, costurando rente à borda da máquina de costura sem sobrepô-la.

Apesar de ser fácil, ele é muito eficiente!

Como vemos aqui, você não precisa ter uma overlock para fazer bons acabamentos, e é até recomendável que costureiras iniciantes dominem uma boa variedade deles antes de investir em uma máquina específica.

Afinal, nunca se sabe a demanda que vai chegar ou quando uma emergência vai pintar, então, é sempre bom ter muitos recursos à sua disposição!

Aprenda tudo que puder com sua máquina de costura Janome, pois além de útil, é um conhecimento superdivertido!

 

Janome, Apaixone-se!

54321
(0 votes. Average 0 of 5)
Leave a reply