Máscaras estão na moda!

359
Máscaras estão na moda!

Olá,

Queridas e queridos amantes da costura, como estão?

Aqui na Janome já estamos a milhão, deixando todas as máquinas no nosso estoque brilhando para vocês! E claro, sem nunca deixar de prestar atenção no que está acontecendo no mundo da costura e da moda.

E por falar em moda, hoje trouxemos um assunto que está em alta, que muitas(os) de vocês já dominam o “como fazer” e que salvou milhares e milhares de vidas no último ano, as máscaras.

Vimos muitas de vocês compartilhando seus designs nas redes sociais, e se me permitem, estão MA-RA-VI-LHO-SAS!

Então, vem com a gente e vamos falar um pouquinho sobre o aspecto prático e fashion das máscaras.

Máscaras cirúrgicas

A máscara cirúrgica é classificada como um EPI (Equipamento de Proteção Individual) e tem como seu principal objetivo proteger o ambiente e profissionais da saúde de contaminação.

Ela irá evitar que partículas contaminadas de saliva se espalhem pelo ar contaminando aqueles ao seu redor e que partículas vindas dos pacientes entrem em contato com as vias aéreas dos profissionais da saúde.

Além disso, a máscara cirúrgica tem sua eficácia comprovada e capacidade de filtrar o ar acima dos 90%, sendo um equipamento descartável.

Não é à toa que é o equipamento padrão em hospitais e para serviços relacionados à saúde.

Ela é produzida com TNT (Tecido-não-Tecido) e possui no mínimo uma camada interna.

Por se tratar de um equipamento essencial para a área de saúde, os acontecimentos inesperados de 2020 esgotaram rapidamente os estoques e forçaram o mercado a criar soluções alternativas para o uso diário.

Máscaras de pano

É nesse ponto, que nós costureiras viemos ao resgate.

As máscaras de pano, ao contrário das cirúrgicas, não são descartáveis e podem ser reutilizadas após higienização adequada.

Sua produção deve seguir algumas diretrizes para que o nível de proteção seja ideal. Ela deve possuir pelo menos duas camadas e utilizar tecidos densos o suficiente para bloquear partículas contaminadas, para isso, são indicados o TNT, como nas máscaras cirúrgicas, algodão ou tricoline e devem possuir tamanho  suficiente para cobrir o nariz, a boca e a base do queixo.

As máscaras de tecido fornecem uma ótima proteção e não comprometem os estoques de EPIs da área de saúde, o que fez com que rapidamente se popularizassem.

Máscaras como moda

Com o uso constante e massificado, diversos profissionais de costura e muitos hobbystas viram a oportunidade de transformar o acessório de apenas um item de segurança para um item de moda.

Afinal, se você irá utilizar a máscara durante grande parte do seu dia, melhor que ela seja bonita.

Grandes variedades de cores, estampas e marcas começaram a tomar o mercado, trazendo não só novos estilos, mas também designs mais anatômicos e confortáveis.

Algumas marcas grandes começaram a enxergar a oportunidade de adicionar o acessório ao seu portfólio de produto e investir na divulgação do novo item, ao ponto que até mesmo algumas passarelas de moda começaram a ver estilos inovadores.

Proteção, estilo e algumas gafes

O fato do produto virar um item de moda em nenhum momento reduz a sua função principal: proteção.

A negligência a este fato proporcionou algumas gafes, como alguns famosos que utilizaram máscaras feitas de tricô, deixando várias áreas do rosto expostas e perdendo a função principal do produto.

A máscara deve ir além da proteção e agregar estilo, sem deixar sua função real esquecida.

Tendências

As normas de segurança tendem a perdurar durante um bom tempo, mesmo com a superação gradual da pandemia, o que significa que mesmo que o uso se encerre completamente vencida a situação atual, ainda há um bom tempo para que isso ocorra.

O desuso do item, porém, é improvável e existem grandes chances de que uma boa parcela da população mantenha o uso regular do acessório por ainda um bom tempo.

Países asiáticos, por exemplo, possuem uma cultura muito forte no uso de máscaras como forma de preservar as pessoas ao seu redor, principalmente em casos de resfriados e gripes.

É possível que uma tendência cultural similar comece a surgir no ocidente e o uso de máscaras vire algo comum no dia-a-dia.

Essa tendência abre portas para costureiras criativas investirem nos seus designs e ideias, visando estilo e conforto para seu público.

Moda e segurança

Por fim, a costura mostrou a todos que é possível trazer a criatividade e transformar a segurança em algo divertido e prazeroso. O que começou de um grande problema e gerou um desconforto geral pode ter se tornado uma nova opção de acessório para os próximos anos e uma maneira educada de proteger aqueles ao seu redor.

 

Janome, Apaixone-se!

Leave a reply