Tendências, como elas surgem?

187
Tendências, como elas surgem?

Quando assistimos programas sobre moda ou lemos textos em alguns blogs, é quase certo que alguém irá falar da “última tendência” ou “última moda”, e quando isso ocorre, uma dúvida surge, mas afinal, da onde vem as últimas tendências ou modas?

Para entender o fenômeno, precisamos dividi-lo em espontâneo e não-espontâneo.

Tendências de moda espontâneas

As tendências de moda espontâneas surgem de uma maneira muito simples. Alguém usa alguma roupa ou acessório e outras pessoas acham aquilo interessante e copiam em algum nível.

Na era moderna, com a facilidade da internet e redes sociais, modas espontâneas surgem frequentemente e desaparecem tão rápido quanto surgiram. Com o crescente número de influenciadores e celebridades, é relativamente fácil que alguns deles lancem tendências.

Claro, isso não significa que o fenômeno é exclusivamente moderno. Em uma ocasião, quando a família real portuguesa veio para o Brasil, um surto de piolhos no navio fez com que todas as mulheres a bordo tivessem que raspar os cabelos e para não expor as “carecas” usaram lenços para cobrir a cabeça. Quando chegaram no Brasil, as pessoas locais pensaram que se tratava da “última moda” europeia e passaram a copiar o estilo.

Tendências de moda não-espontâneas

Se você é fã de moda, certamente já assistiu alguns desfiles, sendo o nacional São Paulo Fashion Week ou o internacional Paris Fashion, e pensou sobre o quão bizarros são os designs que passam pela passarela e qual o propósito daquelas roupas absurdas.

Afinal, quem iria sair na rua com roupas e acessórios completamente esquisitos, sem praticidade e às vezes bem “reveladores”, não é? Nem mesmo os famosos tapetes vermelhos de Hollywood chegam a apresentar designs tão extremos.

Você tem razão em pensar assim, porque é extremamente improvável que alguém saia na rua ou vá à alguma festa com uma roupa daquelas. O motivo é que aquelas roupas não são feitas para serem “usadas” e sim para apresentar conceitos.

O que chega nas ruas são pequenos elementos que surgem nas passarelas, um corte diferente, um design de bolso, uma aplicação de zíper, acessórios, tecidos, combinações e muito, muito mais. Até mesmo as combinações de cores que podem definir uma estação surgem nesses eventos.

Como aproveitar as tendências

Tendências de moda são passageiras, mas elas movem o mercado e, consequentemente, as costureiras. Se você gosta de produzir peças próprias, uma dica é acompanhar sempre as tendências não-espontâneas. Fique de olho nos desfiles e preste atenção aos detalhes das peças, com certeza você irá encontrar elementos que você pode utilizar nas suas criações e diferenciar o seu produto das concorrentes.

As tendências espontâneas são coisas de momento e geralmente causadas por influenciadores e/ou celebridades. Para aproveitar essas ondas é preciso acompanhar mídias, principalmente as sociais. A vantagem de tendências espontâneas é que elas dificilmente surgem com cortes e técnicas inovadoras e sim por composição de acessórios e roupas tradicionais.

Por que tendências são importantes

Elas ditam o mercado e a direção que aqueles que trabalham com o setor devem seguir. Quando uma tendência de moda surge, dificilmente o grande público irá atrás de produtos que fujam muito do que está estabelecido. Isso facilita as coisas para que os profissionais da área possam direcionar seus esforços de maneira certeira e criar produtos com apelo mercadológico.

 

Janome, Apaixone-se!

Leave a reply