Moda Tradicional ao redor do mundo.

140
Moda Tradicional ao redor do mundo.

Segurem os cintos que hoje vamos sair da zona de conforto e voar ao redor do mundo em busca de inspiração. Afinal, este blog também é cultura!

Costurar é um eterno exercício de precisão, paciência, dedicação e inspiração. Enquanto sentar-se à máquina e passar longas horas ouvindo o barulho dos pontos sendo feitos pode ser incrivelmente relaxante, ficar sem ideias é algo que incomoda até mesmo as costureiras mais próximas do nirvana.

Ao contrário do que muita gente diz por aí, existe sim uma fórmula mágica para ter novas ideias e criar inspiração, ela se chama referência!

Quem tem boas referências tem mais facilidade em criar, misturar e aplicar conceitos. Toda boa ideia parte de um princípio anterior, é assim que fomos das cavernas ao espaço, sempre melhorando aquilo que veio antes.

Por isso, neste texto iremos trazer uma boa dose de referência e inspiração para ajudar na sua jornada “costurística”, com uma volta em referências tradicionais ao redor do mundo.

Índia

Um país milenar, com uma cultura riquíssima na arte da costura. A moda e consequentemente a costura têm um grande papel na Índia, com evidências que datam de mais de 2500 A.C.

Quando voltamos tanto no tempo, vemos registros de vestimentas feitas em um único pano envoltos ao corpo. O tecido era cuidadosamente decorado com diversos desenhos tradicionais.

Avançando até o período entre 1500 e 500 A.C, o estilo se mantém, mas outros tecidos entram no mercado local, que antes se limitava à seda e ao algodão. Agora a lã, linho, seda diáfana e musselina são utilizados para criar padrões nos tecidos.

Durante os períodos mais modernos, técnicas de bordados elaborados foram adicionadas aos panos tradicionais, com padrões decorativos marcantes e muito característicos. A moda ganha características “densas” que se mantém leves e sofisticadas.

É importante ressaltar que a Índia possui uma divisão de castas sociais pesada e os estilos entre as altas e baixas castas pode variar muito.

A moda e costura indiana são riquíssimas e valem muito à pena como inspiração!

Japão

A cultura e costura tradicional japonesa possuem elementos muito característicos e facilmente reconhecidos na sociedade ocidental. Os ornamentos e vestes transmitem um ar de simplicidade, mas podem possuir padrões e técnicas bem complexos.

Embora a vestimenta japonesa possua uma grande variedade de estilos, a popularidade “midiática” fica por conta dos Quimonos e Yukatas utilizados comumente em séries e animações, sendo facilmente identificáveis por pessoas que já foram expostas ao visual.

Referências cinematográficas como “O último samurai”, embora imprecisas, trazem boas ideias para quem está buscando adicionar elementos orientais na sua própria costura.

A combinação de jaquetas e quimonos já não é tão incomum e você pode encontrar na internet pessoas e lojas especializadas nesses estilos!

China

Outra referência oriental com uma vasta gama de estilos, cores e técnicas para usar e abusar. A cultura Chinesa vai longe no tempo e nos estilos, com vestes intrínsecas, detalhadas e dotadas de padrões únicos.

Assim como a Índia, a China possuiu, durante muito tempo, uma sociedade dividida em castas sociais e com estilos próprios em cada uma delas, do imperador aos camponeses, há muita inspiração para ser utilizada em cada uma das grandes dinastias.

Trajes formais, cerimoniais e militares são ótimos pontos de partida para quem busca colocar um elemento único em sua própria costura.

Lembre-se, são mais de 5000 anos de tradição chinesa e muita variedade para você conhecer!

França

Um país conhecido pela moda, desfiles e passarelas. Se existe um lugar que é um prato cheio para quem busca inspiração, este lugar provavelmente é a França.

Não importa a era, muitas das referências ocidentais nasceram aqui e você com certeza terá muita história para aprender e ideias para criar! Desde antes do descobrimento das américas, a moda francesa já influenciava todo o mundo europeu, ditando as normas de vestuários da nobreza europeia.

Por isso, basta escolher um período e preparar sua máquina de costura Janome para trabalhar as diversas ideias que você terá.

América nativa

Antes da chegada dos europeus existiam milhares de tribos nativas nas américas, cada uma com sua peculiaridade e estilo. Infelizmente, muito se perdeu durante a conquista europeia e a maioria desses povos e culturas desapareceu. Mas, ainda temos um pouco da nossa própria cultura ancestral e milenar preservada, e aqui, você pode encontrar muita inspiração e elementos únicos para suas peças.

A pesquisa inicial é simples Google-> Lista de Povos Americanos nativos, mas o que vem em sequência é um pouco trabalhoso. Por exemplo, somente no artigo da wikipedia sobre os povos nativos do Brasil, há uma lista imensa, que você pode conferir aqui.

Além destes, há ainda os povos tradicionais de outros países das américas e cada um com suas peculiaridades e estilos.

Você pode buscar referência nos povos mais conhecidos, o que irá facilitar sua pesquisa, ou buscar aquela referência única e bem escondida. O importante é se divertir e semear suas ideias!

Períodos

Além dos diferentes países e regiões citados aqui, ainda há uma grande variedade de períodos, não sendo necessária uma grande viagem no tempo para encontrar inspiração.

Se dividirmos a era moderna em décadas, podemos vir dos 1880 até 2022 com grandes mudanças na moda e estilos perdidos, esperando a chance para voltar aos holofotes.

Criação

Criar é um trabalho árduo que demanda, além da criatividade, horas de pesquisa e referências para abastecer as ideias. Claro, algumas ideias surgem do nada, em momentos de inspiração, mas, para quem deseja trabalhar constantemente com o criativo, é importante abastecer a mente com novas informações!

Esperamos que nossas dicas levem vocês para ideias únicas. Não se esqueçam de marcar a #JanomedoBrasil quando forem publicar suas novas peças e lembrem-se:

 

Janome, Apaixone-se!

Leave a reply