Tricoline – a história de um dos tecidos mais utilizados

94
Tricoline – a história de um dos tecidos mais utilizados

Se você perguntar para colegas de costura sobre indicação de tecidos, um dos favoritos será o Tricoline. Fabricado a partir de fios de algodão mercerizado, o que fortalece e dá brilho ao tecido, ele se destaca em diversos setores da costura.

Muito popular em trabalhos artesanais como o patchwork, o tricoline possui, também, um grande papel nas grandes confecções, sendo a base da camisaria mundial e um dos tecidos mais dominantes do setor.

O motivo dessa grande popularidade são as características do tecido, que é extremamente leve, resistente, possui uma grande variedade de cores e admite várias estampas. Além de ser relativamente barato em relação aos seus concorrentes.

Se você já costura, provavelmente já sabia de tudo ou quase tudo que mencionamos e se está começando, iria descobrir brevemente. Mas o que nos motivou a escrever este artigo de hoje, não foram as incríveis características do tricoline, e sim a história da sua criação.

Então, senta aqui com a gente e vamos voltar uns anos no passado.

A origem do tricoline

Por volta de 1930, o mundo passava por tempo muito conturbados. A primeira guerra mundial havia terminado há pouco mais de uma década e passava por uma grande recessão econômica.

Nesse cenário, a empresa britânica “Withworth and Mitchell” buscava uma “seda” artificial de alta qualidade e baixo custo, uma vez que o produto natural havia se tornado inacessível para grande parte dos consumidores e fabricantes.

Existem especulações de que o nome “Tricoline” tenha surgido quando um visitante americano da fábrica, após conhecer o processo de fabricação, tenha dito “this is a trick line” (isso é uma linha complicada), em referência ao tecido, originando o nome “Tricoline”.

Não podemos confirmar a veracidade da origem do nome, mas não deixa de ser uma boa história.

Ganhando o mercado

Com a profunda crise econômica vivida na época, as empresas sabiam que a maioria das pessoas iriam confeccionar as próprias roupas e focaram todos os esforços de comunicação nessa direção.

As peças publicitárias focavam no público feminino, usando roupas da moda, elegantes e confeccionadas com um tecido que não era caro. Criando um estilo refinado a um preço modesto.

Não demorou muito para o tricoline, graças às suas excelentes características e preço, tomar o coração do público.

O tricoline

Além das características mencionadas no início deste texto, o tricoline possui outras vantagens que colaboraram grandemente para sua popularidade.

  • Não escorrega;
  • Pode ser costurado em máquina;
  • Pode ser colado;
  • Não desfia facilmente;
  • Pode ser empregado em uma grande variedade de confecções (roupas, artesanato, decorações, etc).

Alguns pontos de cuidado são a temperatura de lavagem que não deve exceder 40 graus, lavar na sombra para preservar as cores, não utilizar alvejante e não passar com ferro acima de 150 graus.

Seja você iniciante ou profissional, o tricoline será presença constante no seu ateliê e certamente contribuirá para grandes peças!

Janome, Apaixone-se!

Leave a reply