Que tal empreender com a sua Janome?

60
Que tal empreender com a sua Janome?

Há um tempo atrás, publicamos algumas dicas de como transformar seu hobby em dinheiro utilizando a internet para divulgar seu trabalho. Dessa vez vamos falar um pouquinho sobre os trabalhos especificamente!

O mercado de corte e costura é bem grande e tem algumas subdivisões dentro dele. Apesar da produção de roupas ser uma das primeiras coisas que vêm à cabeça, há algumas outras opções com vantagens e desvantagens.

 

Produção de roupas: criar uma marca própria pode ser um sonho de muita gente, porém, existem alguns fatores que você deve se atentar para ter sucesso na área:

  • Você é o rosto da sua marca e deve sempre ter consciência de que tudo que fizer irá refletir no seu negócio.
  • Os produtos não se vendem sozinhos, então é muito importante planejar o que será produzido, o que está na moda e quem é o seu público.
  • É fundamental saber se autopromover. Ninguém irá até você se não souber que você existe.
  • Sua reputação afeta diretamente seu negócio, então procure trabalhar de forma exemplar, respeitando os prazos e não pegando mais do que você pode executar. Se estiver com muita demanda, você pode mexer nos preços ou contratar ajudantes.
  • Empresas crescem. Não pense que você irá conseguir trabalhar eternamente sozinha. Se fizer um bom trabalho, você terá mais público e mais serviço. Fique atenta na hora de investir na sua capacidade de produção, seja com equipamentos, ou pessoas.
  • Há tanto a possibilidade de criar peças e vendê-las, como de trabalhar com encomendas. Encontre o balanço entre os dois tipos de demanda, se for oferecer as duas opções.

A área de produção é certamente prazerosa, e ter sua marca própria é uma alegria imensa, mas lembre-se, é um caminho difícil e requer muita dedicação e estudos.

 

Consertos: trabalhar com consertos é uma excelente opção para quem mexe com costura, uma vez que em sua grande maioria os trabalhos são mais rápidos e constantes.

Roupas sempre precisam de ajustes e reparos, além de alguém disposto a fazê-los e para isso você deve considerar:

  • O volume de serviços que você pode pegar de consertos e ajustes é muito maior do que quem irá produzir peças inteiras do zero, porém, o valor por serviço é menor.
  • Clientes são minuciosos, logo, é importante ter muita paciência. Responder de maneira grossa a um cliente insatisfeito pode te custar muitos negócios futuros.
  • Assim como na produção de roupas, as pessoas precisam saber que você existe e faz esse tipo de serviço, então use e abuse das redes sociais e dos amigos para fazer seu nome no mercado.
  • Não economize no capricho, um serviço melhor e mais duradouro, eventualmente, irá possibilitar que você cobre um valor maior pelo serviço, pois, os clientes confiam em você.
  • Organize-se. A possibilidade de pegar mais serviços significa que você terá que lidar com um número maior de peças e pessoas, e quanto maior este número, mais fácil é deixar alguma coisa escapar, então crie um método de organização e checagem para cada peça para garantir clientes satisfeitos e fiéis.

Trabalhar com consertos e ajustes é um trabalho que requer uma boa experiência técnica, pois, nunca se sabe o tipo de roupa que irá entrar pela porta exigindo reparos.

 

Por último, vamos falar um pouco sobre o trabalho com confecções, que é uma possibilidade muito real, mas com algumas exigências diferentes:

  • Confecções profissionais irão exigir um certo nível de conhecimento e habilidade, por isso é importante se capacitar antes de sair caçando vagas.
  • Você pode não ter o custo de equipamento para montar seu ateliê, mas estará trabalhando com empresas e terá responsabilidades equivalentes.
  • Enquanto em um negócio próprio você pode ir impondo seu ritmo, uma empresa irá exigir metas.

Empreendendo ou entrando para uma empresa, o mercado de corte e costura está aberto e com muitas oportunidades. Um hobby pode evoluir para uma carreira de sucesso com muita dedicação e paixão!

Janome, apaixone-se!

 

 

54321
(0 votes. Average 0 of 5)
Leave a reply